Onças pardas aparecem na Reserva Serra das Almas em Crateús.

 Três felinos de grande porte foram observados recentemente na Reserva Natural Serra das Almas (RNSA), neste Município do Ceará. A Unidade de Conservação (UC) é administrada pela Associação Caatinga. Os pesquisadores Marina Zanin, da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES); e Clotilde Estrada e Francisco Palomares, da Estação Biológica de Doñana, na Espanha, descobriram em suas pesquisas exploratórias que três onças pardas (Puma concolor), um macho e duas fêmeas, vivem na reserva.

A pesquisa tem por objetivo conhecer o comportamento das onças pardas. O trabalho de campo começou no segundo semestre de 2015. As visitas tiveram por objetivo coletar fezes dos animais, que foram analisadas em laboratórios na Espanha. A continuidade do estudo pode mostrar um número ainda maior de felinos. 

Além da onça parda, jaguatiricas e gatos maracajá e mourisco também foram identificados.

Os pesquisadores estiveram no Ceará entre os dias 28 de setembro e 2 de outubro. O trabalho foi considerado oportuno, com bons resultados. O esforço do grupo é para manter a unidade preservada, longe de caçadores. Infelizmente, muito moradores mantêm o hábito da caça, praticam a atividade como algo comum e regular, contribuindo para eliminar espécies nativas.

A Associação Caatinga é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) voltada à proteção do único bioma originalmente brasileiro, a Caatinga. Fundada em 1998, mantém a Reserva no sertão de Crateús, a 400Km de Fortaleza.


Diário do Nordeste

Comentários