Comerciantes do interior do Ceará sofrem boicote por declarar voto em Bolsonaro

Comerciantes de pelo menos quatro municípios cearenses que declararam voto em Jair Bolsonaro (PSL) publicamente estão sofrendo um boicote liderado por movimentos contra o presidente eleito por conta do resultado das eleições.

Uma lista tem sido divulgada nas redes sociais incentivando a população a não comprar em determinados estabelecimentos. No post, chamado de “Relação de comércios onde os eleitores do Haddad não deverão mais comprar”, o autor, que não teve o nome identificado, defende que as pessoas deixem de comprar nessas lojas. Os empresários já sentem no bolso a queda das vendas.

Comerciantes de Monsenhor Tabosa, Morada Nova, Crateús e Tamboril, enfrentam o mesmo problema por conta de listas que pedem o boicote aos referidos estabelecimentos.

Ainda não foi possível calcular os prejuízos a esses empresários e os números só podem ser divulgados após um levantamento com a CDL de cada município.



Comentários