El Niño em 57% de chances de atingir o Ceará em 2019, diz Funceme

 No trimestre de março, abril e maio de 2019 as chances de ocorrência de El Niño são estimadas em 57%. Os meses compõem, junto a fevereiro, a quadra chuvosa, principal período de precipitações no Ceará. El Niño é comumente relacionado a períodos de seca no Estado. De 1950 até 2017, o fenômeno ocorreu no trimestre em questão em 15 dos anos: 11 foram de seca, três foram de neutralidade e apenas um foi chuvoso. Ou seja, 73% dos anos de El Niño implicaram em estiagem no Ceará.

Os dados, levantados pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), foram repassados pelo meteorologista do órgão David Ferran. 

O El Niño, conforme explica Ferran, é caracterizado pelo aumento da temperatura das águas superficiais do Oceano Pacífico. “Não está dito que teremos El Niño nesses meses. Há também 41% de chances do Pacífico ficar neutro, e 2% de acontecer a La Niña (fenômeno favorável às chuvas cearenses). Mas, dado o cenário hoje, pode-se dizer que a chance de chuva na categoria abaixo da média é maior do que acima da média, em função de ter mais chance de ter El Niño”, detalha.

De acordo com o Portal Hidrológico do Ceará, os reservatórios cearenses estão atualmente com 11,88% da capacidade. Ontem, 25,8% dos 155 açudes do Estado estavam secos (15) ou em volume morto (25) o que acontece quando só com bombas flutuantes é possível captar os metros cúbicos do que resta de água.


Com informações do o povo

Comentários